Gestão do Ensino implantou um novo “padrão educacional”

A partir de 2017, a gestão da Secretaria da Educação, da Cultura e dos Esportes estabeleceu um novo padrão de ensino nas escolas da Rede Pública Municipal de Escada.

As mudanças são visíveis a partir de evidências na Educação Infantil (creches e pré-escola), no Ensino Fundamental, nas modalidades da Educação Inclusiva, na Gestão Democrática, com a retomada dos Conselhos Municipais, qualificação e ampliação da Merenda Escolar, na frota de Ônibus Escolar, na Formação Continuada, na implantação do novo currículo, nos projetos e em outros avanços.

A pandemia impôs mudanças significativas na forma de viver e conviver das pessoas. Mas a SEDUC/Escada enfrentou o problema, envidou todos os esforços possíveis, criou vários mecanismos de comunicação, com o objetivo de dar continuidade aos projetos e ações implantados a partir de 2017.

A seguir, trazemos um resumo do que foi feito durante o período de pandemia e que garantiu qualidade no ensino dos nossos alunos.

Buscando garantir o direito de aprendizagem dos estudantes durante o período da pandemia – ano 2020.

1. PROPOSTA DE REORGANIZAÇÃO DO CALENDÁRIO ESCOLAR

Com a aprovação do parecer 005/2020, do Conselho Nacional de Educação – CNE, em 04 de maio de 2020, enviamos proposta de REORGANIZAÇÃO DO CALENDÁRIO ESCOLAR 2020, ao Conselho Municipal de Educação, que foi aprovada no dia 15 de maio de 2020.  De acordo, com a portaria do CNE:

Deve ser assegurado que a reposição de aulas e a realização de atividades escolares possam ser efetivadas de forma que se preserve o padrão de qualidade previsto no inciso IX do artigo 3º da LDB e inciso VII do artigo 206 da Constituição Federal. Algumas possibilidades de cumprimento da carga horária mínima estabelecida pela LDB seriam:

● a reposição da carga horária de forma presencial ao fim do período de emergência;

● a realização de atividades pedagógicas não presenciais (mediadas ou não por tecnologias digitais de informação e comunicação) enquanto persistirem restrições sanitárias para presença de estudantes nos ambientes escolares, garantindo ainda os demais dias letivos previstos no decurso dos mínimos anuais/semestrais;

● a ampliação da carga horária diária com a realização de atividades pedagógicas não presenciais (mediadas ou não por tecnologias digitais de informação e comunicação) concomitante ao período das aulas presenciais, quando do retorno às atividades.

Com a aprovação do parecer 005/2020, do Conselho Nacional de Educação – CNE, em 04 de maio de 2020, os seguintes encaminhamentos e documentos foram construídos com o objetivo de nortear as ações no âmbito das escolas:

7.1 Reelaboração da proposta pedagógica do município com ênfase no desenvolvimento de atividades pedagógicas não presenciais a partir dos eixos planejamento, avaliação, monitoramento da participação dos estudantes e formação continuada. Para educação infantil e Anos inicias dos ensino fundamental, as sequências didáticas interdisciplinares estão no centro do planejamento (anexo 1);

7.2 Elaboração dos instrumentos de planejamento, monitoramento da participação dos estudantes e avaliação das atividades pedagógicas não presenciais adaptados para o contextos das aulas remotas.

7.3 Criação de um espaço no blog escadaeduca.net denominado “Educação e Pandemia” com atividade de orientação didático pedagógica aos professores, orientação às famílias dos estudantes, cursos online, divulgação de boas práticas, legislação e documentos construídos, entre outros, com o intuito de fortalecer a ação docente. Disponível em: https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/

7.4 Orientação aos gestores educacionais para construção de plano de ação em tempos de pandemia do COVID19. Modelo disponível em:

https://escadaeduca.net/replanejamento-pedagogico/

7.5 Criação de cartilha de orientação às famílias sobre as atividades pedagógicas não presenciais. Disponível em:

https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/replanejamento-pedagogico

8. ATIVIDADES REMOTAS

Desde o início da suspensão das aulas adotamos as atividades remotas, diversificando da melhor maneira possível, para tentar atender a todos. Aqui reside uma gama de dificuldades, dentre elas, podemos citar: falta de preparo do professor para lidar com as novas tecnologias; ausência de equipamentos eletrônicos e internet por parte dos estudantes; dificuldades das famílias menos escolarizadas auxiliarem os filhos. Mesmo diante de todos os desafios, buscamos focar nas possibilidades e assim, assumimos a posição de manter as atividades pedagógicas não presenciais com ou sem a utilização das tecnologias da Informação e comunicação. As mesma foram distribuídas para validação, conforme a organização a seguir.

ENTRE 18 DE MARÇO A 14 DE MAIO

  • O Período compreendido entre 18 de março a 14 de maio, as atividades pedagógicas não presenciais, mediadas ou não pelas tecnologias da informação e comunicação foram experimentadas como complementares e não substitutiva aos dias letivos, conforme orientação da UNDIME – União dos Dirigentes Municipais – (ver anexo 2).

ENTRE 01 DE JUNHO A 22 DE DEZEMBRO

  • Durante todo este período as atividades pedagógicas não presenciais mediadas ou não pelas tecnologias da informação e da comunicação foram consideradas para o cômputo da carga horária das 800 horas aulas, estabelecida pela Medida Provisória 934/2020.

O estabelecimento das atividades pedagógicas não presencias para todos as turmas, desde a educação infantil, anos iniciais e finais do ensino fundamental e a modalidade da educação de jovens e adultos, exigiu, por parte da equipe técnica da SEDUC, orientação para o planejamento, monitoramento, avaliação e uma sistemática formação continuada dos professores:

8.1 Planejamento: Realizado semanalmente para a educação infantil e, quinzenalmente para o ensino fundamental, o planejamento considera as habilidades complementares do currículo escadense e tem como referência as sequências didáticas interdisciplinares.

8.2 Avaliação: a avaliação dos estudante é realizada considerando o processo construído (PC) ou em construção (PEC) das habilidades do currículo escadense contempladas no planejamento, bem com a participação dos estudantes por meio da análise de devolutivas.

8.3 Monitoramento: Para o processo de monitoramento, a equipe de ensino realiza mensalmente um ciclo de diálogo por escola de forma remota com a presença do gestor educacional e do coordenador pedagógico. O momento tinha o objetivo de analisar o percentual de participação dos estudantes nas atividade não presenciais, as formas de interação dos professores com os mesmos e planejar novas estratégias de ampliação da participação.

9. CONSTITUIÇÃO DE COMITÊ DE MONITORAMENTO

Foi constituído um comitê de monitoramento para análise dos encaminhamentos pedagógicos das Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino de Escada e do cumprimento da carga horária letiva das escolas da Rede Privada que oferecem Educação Infantil, durante a pandemia causada pelo Novo Corona vírus. O comitê é formado por um representante do Conselho Municipal de Educação, um representante do sindicato dos professores, um representante dos gestores educacionais, um representante dos coordenadores pedagógicos, um representante de pais, a gerente de avaliação e monitoramento da Secretaria de educação, a secretária executiva de cultura e uma técnica da gerência de gestão.  A portaria nº 0666/2020 que constitui o comitê e suas atribuições, bem como seu regimento interno, encontram-se disponível em:

https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/comite-de-monitoramento

Mensalmente, o acompanhamento diário dos estudantes é condensado por escola e encaminhado à SEDUC – Gerência de Avaliação e Monitoramento, que discute estratégia de ampliação da participação dos mesmos, juntamente com o comitê de monitoramento. Modelo de formulário e condensamento mensal se encontra disponível em:

https://escadaeduca.net/comite/

10. ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES QUE NÃO DISPOEM DE INTERNET E/OU RECURSOS TECNOLÓGICOS

Para os estudantes sem acesso ao recurso tecnológico, o atendimento é realizado a partir de material didático impresso, entregue às famílias nas escolas. Para os estudantes residentes na zona rural, as atividades impressas chegam até eles por meio do transporte escolar. No momento, estão sendo atendidas 4 rotas: área rural das imediações do distrito de Frexeiras, área rural das imediações de Massauassu, Engenho Irmandade e mediações e imediações da usina Barão. Nos últimos meses a rede conseguiu atender cerca de 67% dos estudantes matriculados. Instrumentos de monitoramento disponível em:  https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/

11. ATENDIMENTO AOS ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA

Os estudantes da educação inclusiva estão sendo atendidos pelos estagiários e acompanhados pela equipe do Núcleo de Educação Inclusiva em parceria com os coordenadores pedagógicos de cada escola em relação ao desenvolvimento das crianças e jovens e na formação dos referidos estagiários (atas das formações se encontram disponíveis em https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/.

12. FORMAÇÃO CONTINUADA

Durante todo período de suspensão das aulas presenciais foi realizada a formação continuada dos professores por etapa de ensino, da educação infantil aos anos iniciais do ensino fundamental e a modalidade da educação especial e, por área específica, para os anos finais e educação de jovens e adultos. Todas as formações forma realizadas pelo plataforma do GOOGLE MEET e com o objetivo de instrumentalizar os professores para a realização das atividades não presenciais. No âmbito da formação continuada, também foram realizados Ciclo de estudos para análise e construção de sequências didáticas. Estes encontros acontecem por escola, de forma online e com a participação de um professor da rede que se destaque em práticas mediadas por sequências didáticas.

13. REORGANIZAÇÃO CURRICULAR

Foi realizada a reorganização curricular, considerando a mesma lógica usada pela Secretaria Estadual de Educação em parceria com a UNDIME, na qual as habilidades foram caracterizadas a partir de duas categorias: as prioritárias, com grau maior de complexidade, para serem trabalhadas preferencialmente no retorno as aulas presenciais, e as habilidades complementares, de menor complexidade para serem desenvolvidas por meio de atividades não presenciais com ou sem uso da tecnologia da informação e da comunicação. O currículo encontra-se disponível em https://escadaeduca.net/reorganizador curricular/

  • Foi realizada formação continuada com todos os professores da rede para socialização do currículo reorganizado. Uma live de apresentação da reorganização curricular se encontra disponível no youtube no TVescadaeduca.

14. PROJETO AULÕES NA LIVE

O Projeto aulões na live foi vivenciado no período de julho a outubro/2020 com todos os componentes curriculares. Os aulões realizados todas as terças e quintas-feiras por meios da plataforma do streamyard aulões foram destinados aos estudantes dos 9° anos. Todos estão disponíveis no YOUTUBE no TVescadaeduca.

15. BUSCA ATIVA

Buscando ampliar a participação dos estudantes nas atividades pedagógicas não presenciais e reduzir a evasão escolar, além da inciativa das escolas, a SEDUC, desenvolveu as seguintes atividades:

  • Chamadas às famílias e aos estudantes por meio do carro de som pelos diferentes bairros da cidade;
  • Utilização da rádio comunitária para orientação às famílias sobre a importância do retorno dos estudantes à escola;
  • Campanha de sensibilização da sociedade em articulação com o Conselho Municipal de Educação, Conselho de Direito da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar com entrevista na rádio Digital FM, busca ativa dos estudantes, spot de sensibilização. As mídias de divulgação se encontram disponíveis em: https://escadaeduca.net/educacao-e-pandemia/comite-de-monitoramento

16. FECHAMENTO DO ANO DE 2020 E O CONTINUUN 2020/2021

Não foi possível cumprir às 800h letivas neste ano de 2020, ficando um déficit de carga horária de 152h para cumprimento em 2021. A integralização da carga horária mínima do ano letivo afetado pela pandemia será efetivada por meio da adoção de um continuum curricular de dois anos escolares contínuos, conforme orientação do Parecer nº 15/2020, Art. 4º do CNE. A adoção do continuum representa a possibilidade de integralização da carga horária mínima, bem como o caminho para a garantia de direito das aprendizagens dos estudantes no que diz respeito a construção das habilidades e competências concernentes ao ano no qual a pandemia interferiu. O processo de integralização da carga horária letiva não impedirá o processo de classificação e inserção dos estudantes no ano/classe seguinte. As diretrizes e procedimentos para implantação da Avaliação da Aprendizagem, Escrituração Escolar e Cômputo da Carga Horária nas Escolas da Rede Municipal de Escada neste ano de 2020, em decorrência da Pandemia COVID-19, se encontra na Instrução Normativa n° 03/2020.

17. PLANO DE RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS

Conforme orientações da União dos Dirigentes Municipais – UNDIME, a partir da suspensão das aulas presenciais, foi constituído uma comissão municipal de gerenciamento da Pandemia da Covid-19 com representantes das Secretarias de Educação, Saúde, Desenvolvimento Social, Infra-estrutura, do Conselho Municipal de Educação e do Conselho de Direito da Criança e do Adolescente.No âmbito da comissão foi produzido o plano de retorno às aulas presencias no qual estão os protocolos de retorno, as orientações para o continuun 2020/2021, conforme estabelecido no Parecer nº 15/2020, Art. 4º do CNE (anexo 7), bem como o plano de recuperação das aprendizagens dos estudantes.

Ana Lucia Gomes Cavalcanti Neto

Gerente de Desenvolvimento do Ensino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s